Caixa lança site para consulta ao saque emergencial do FGTS

 Caixa lançou, nesta segunda-feira (15), um novo site para consulta ao saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Cada trabalhador terá a possibilidade de sacar até R$ 1.045 de contas ativas ou inativas do fundo, a partir do dia 29 de junho.

É possível saber se você tem direito ao benefício, o valor e a data de liberação por meio de um site, na opção “Saque Emergencial FGTS”. Para efetuar a consulta, o trabalhador precisa informar o CPF, mas você também pode digitar o Número de Identificação Social (NIS) ou o número do PIS/PASEP.

No passo seguinte, informe a sua senha internet, a mesma utilizada para consultar o extrato do FGTS no site da Caixa. Caso você não possua o código ou tenha esquecido, basta clicar na opção “Cadastrar ou esqueceu a senha?” e seguir as instruções.

A consulta do benefício pode ser feita de forma rápida na página.
Fonte:  Caixa/Reprodução 

Logo após, o usuário poderá visualizar a sua relação de contas do FGTS ativas (emprego atual) e inativas (empregos anteriores). Também serão mostradas a data de admissão no trabalho, nome do empregador e valor disponível, bem como a data em que o dinheiro será creditado.

Outras formas de consulta ao benefício

Além do novo site, a consulta ao saque emergencial do FGTS também pode ser feita por meio do app FGTS, que tem versões para Android e iOS. O procedimento é o mesmo, ou seja, você terá que fazer a autenticação com seus dados.

Há, ainda, a possibilidade de realizar a consulta pelo Disque 111 e no Internet Banking da Caixa — esta última alternativa será oferecida a partir do dia 19 de junho.

Com relação ao calendário de pagamentos, o benefício começa a ser liberado no dia 29 de junho, seguindo até setembro, conforme o mês de nascimento do trabalhador. Primeiramente, acontecerá o crédito em conta, com o saque em espécie e as transferências sendo liberadas posteriormente. Veja todas as datas na página do FGTS.

Calendário do saque emergencial do FGTS segundo a Caixa (Fonte:Caixa/G1)

O depósito da quantia será feito na Poupança Digital Social da Caixa, movimentada pelo app Caixa Tem, a mesma utilizada para o pagamento do auxílio emergencial durante a pandemia do novo coronavírus.

Postado por Ronisson Ferreira
Fonte: Caixa Econômica Federal